Lotus tenta voltar a vencer com o Evora

 

Lotus-Evora_2010_1024x768_wallpaper_08

Evora o carro que pode resgatar de vez a tradição da Lotus

Há alguns dias levei um puxão de orelha de um visitante do blog por ter dito que o Peugeot RCZ tinha desenho esportivo e um motor de Peugeot 307. No seu comentário, ele lembrou do Lotus Elise, que apesar de ter um motor 1.6 de 134 cv é um baita esportivo.

Dias depois, a própria Lotus lançou uma nova versão do Elise, a Club Racer. Isso me fez pensar mais ainda na fabricante de origem inglesa e ganhadora de nada menos que sete títulos de Fórmula 1.

Lotus Espirit e seus 240 km/h ficou imortalizado com James Bond

Lotus Espirit e seus 240 km/h ficou imortalizado com James Bond

Lembro quando a fabricante era uma das únicas que só fazia carros esportes, a exemplo da Ferrari e Lanborghini. Do fantástico Lotus Espirit, que tinha design Giurgetto Giugiaro e uma velocidade final de 240 km/h, em plena década de 80. O carro que ficou imortalizado no cinema com James Bond e sua versão submarina do modelo.

Acontece que depois da morte de seu fundador Colin Chapman, aos 54 anos vítima de um ataque cardíaco em 1982, a fábrica entrou em uma espiral de falência. Em 1986, foi vendida para a GM e em 1993 repassada para a  ACBN Holdings SA, com sede em Luxemburgo. Finalmente em 1996 passou para as mãos da Perusahaan Otomobil Nasional Bhd, mais conhecida como Proton, uma empresa da Malásia.

O Evora terá um potente motor V6 de 276 cv de origem Toyota

O Evora terá um potente motor V6 de 276 cv de origem Toyota

No meio de toda essa transformação surge o Elise, em 1995. A filosofia do carro é de desempenho com peso pena. Por isso o motor Toyota de apenas 1.6l e 134 cv de potência se deu bem no modelo. O modelo pesa  apenas 750 kg e consegue fazer de 0-100 em 5,8 segundos.

Apesar do sucesso e de estar em produção até hoje, o Elise é pouco para resgatar o status da Lotus de tempos passados. Era preciso algo mais, um modelo de peso para reerguer a fama mundial da Lotus. Surge a ideia do Eagle, o carro que deveria substituir o Spirit.

Durante o seu projeto, o Evora era conhecido pelo nome Eagle

Durante o seu projeto, o Evora era conhecido pelo nome Eagle

Porém, o tempo se passou e sucessivos atrasos fizeram os admiradores da marca duvidarem que o carro fosse lançado. Somente depois de 13 anos, em 2008, a Lotus mostrou no Salão de Londres o seu novo carro, agora rebatizado de Evora.

É o primeiro cupê 2+2 da marca e o único com motor central do mundo, nesta configuração. O motor mais uma vez é de origem Toyota, um V6 de 280 cv com transmissão manual de seis velocidades, também japonesa.

 

Finalmente o Lotus Evora sai da garagem para ganhar o mundo

Finalmente o Lotus Evora sai da garagem para ganhar o mundo

O carro, segundo a Lotus, tem sua velocidade máxima em 261 km/h e aceleração de 0 a 100 km/h, em 4,9 segundos. O peso de 1.350 kg, quebra um pouco a tradição da marca, mas não chega a ser um exagero.

O novo Lotus traz muito mais que os equipamentos básicos, como mandava a tradição da marca. Visor no painel central, ar-condicionado de série e um reforçado sistema de som Alpine, estão entre os equipamentos de série.  O Evora também é o primeiro modelo equipado com o Lotus Traction Control, ou controle de estabilidade, outra quebra na tradição dos esportivos.

Interior do Evora deixou o básico de lado e conta até com som Alpine

Interior do Evora deixou o básico de lado e conta até com som Alpine

Tudo ia bem e a retomada da Lotus parecia que finalmente começaria. Desta vez  o carro sairia da garagem. Porém, depois do Salão de Londres, a promessa de entregar as primeiras unidades do modelo no início de2009 não se cumpriu.

Os novos atrasos e uma lista de pedidos não entregues levantou mais uma vez o sinal amarelo na Lotus.

Finalmente o primeiro proprietário recebe as chaves de seu Evora

Finalmente o primeiro proprietário recebe as chaves de seu Evora

Bem, esta semana tudo mudou. Depois de muita espera, a Lotus finalmente entregou o seu primeiro Evora. O primeiro sortudo a receber o carro foi Matthew Melling, o rapaz à direita com um largo sorriso no rosto.

O carro, que é produzido em Norfolk no Reino Unido, terá uma cota limitada a apenas duas mil unidades por ano. Vamos ver se agora a Lotus voltará a vencer seus desafios e empolgar o mundo com suas máquinas.

Anúncios

3 Respostas para “Lotus tenta voltar a vencer com o Evora

  1. Pingback: Lotus prepara a volta do esportivo Espirit « Carro

  2. Achei esse carro o máximo, tendo seu motor produzido pela toyota e sendo o primeiro coupê 2+2. Acho sim que a lotus possa voltar a vencer com o Evora pois seu desing é indescritivel.
    Estou ancioso pelo sua chegada ao brasil, pois andar num carro desses pelas ruas brasileira, não é pra qualquer um.

  3. I see you don’t monetize your blog, don’t waste your traffic, you can earn extra bucks every month
    because you’ve got hi quality content. If you want to know how to make
    extra bucks, search for: Boorfe’s tips best adsense alternative

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s